Notícias

Veja profissões que estarão em alta em 2018, segundo empresas de recrutamento

O mercado de trabalho ainda sofre com a retração da economia, e as empresas esperam a retomada do crescimento para voltar a investir e contratar funcionários.

Entre os cargos que deverão estar em alta estão analista de mídias sociais, Big Data e cientista de dados (Foto: Divulgação)

Nos últimos anos, os empregadores tiveram de reduzir custos, priorizar projetos e reestruturar setores. A consequência foi o encolhimento no quadro de colaboradores. Mas, com a melhora da perspectiva econômica para este ano, as empresas terão condições de retomar projetos e expandir suas atividades, abrindo novas vagas, preveem diretores especializados em recrutamento.

O G1 ouviu as empresas de recrutamento Page Executive, Michael Page, Page Personnel e Robert Half e traz a relação de profissões que estarão em alta este ano.

Entre os cargos com boas perspectivas estão gerentes de compras e de vendas, analista de mídias sociais e de investimentos, consultores de RH, cientista de dados e secretária bilíngue (veja lista completa abaixo).

Segundo a empresa de recrutamento especializado Robert Half, o otimismo dos recrutadores e das empresas aumentou nos últimos meses, seja em relação ao mercado atual, seja em relação ao futuro. "A expectativa é de que essa visão favorável, aliada ao movimento das empresas na retomada dos projetos, gere impactos positivos nas contratações", diz Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half.

De acordo com Ricardo Basaglia, diretor executivo da Michael Page e Page Personnel, a estrutura geral na maioria das empresas está enxuta, como consequência da crise. "As companhias ainda não estão formatadas para o provável crescimento. E essa é a grande preocupação: como organizar o novo ritmo de expansão, em diversos níveis, desde a contratação de material humano até novas aquisições estruturais", diz.

Mantovani alerta que os profissionais em busca de recolocação ou movimentação na carreira não devem ficar restritos à análise de vagas permanentes, pois existem excelentes oportunidades em posições temporárias, que vão de analistas a diretores, dentro de projetos especializados.

Basaglia ressalta que as empresas deverão buscar este ano profissionais com ambição, visão estratégica e capacidade de execução. "As empresas vão precisar dessas habilidades para voltar a crescer e mudar o cenário rumo ao esperado crescimento", afirma.

Entregar as atividades conforme o planejado, chegar no horário e não faltar já não é mais suficiente para quem deseja reconhecimento e evolução na carreira, segundo Mantovani. "O mercado busca profissionais capazes de ir além, sair do roteiro, apresentar resultados e ideias que façam a diferença e demonstrar entusiasmo, curiosidade e interesse pelo todo da empresa", diz.

"Diferentemente do que vinha acontecendo, quando as empresas estavam preocupadas em contratar profissionais que pudessem ajudá-las na busca pela eficiência e redução de custos, as companhias querem profissionais que possam levá-las a outro patamar, com foco em aproveitar e maximizar as oportunidades que devem surgir neste ano", diz Basaglia.

Segundo Fernando Andraus, diretor executivo da Page Executive, a governança corporativa voltou ao centro das atenções, com a prática de compliance que veio para ficar. Para ele, a empresas estão em busca também de executivos dispostos a preparar o caminho para receber novos investimentos, reorganizar questões tributárias e liderar projetos de transformação digital.

Veja os cargos que devem estar em alta este ano, segundo a PageGroup, que engloba a Page Executive, Michael Page e Page Personnel:

  • Analista contábil
  • Analista de desenvolvimento humano organizacional
  • Analista de mídias digitais
  • Analista de investimentos
  • Business partner (RH)
  • Comprador
  • CFO (diretor financeiro)
  • Conselheiro/conselho consultivo
  • Controller
  • Diretores de transformação digital (diretor de e-commerce, diretor de marketing ou o diretor de TI/CIO)
  • Engenheiro ou cientista de dados
  • Gerente comercial
  • Gerente de compras (supply chain)
  • Gerente de expansão (TI)
  • Gerente de facilities
  • Gerente de franquias
  • Gerente nacional de vendas
  • Gerente de saúde, segurança e meio ambiente
  • Gerente de transformação digital - marketing
  • Secretária executiva bilíngue sênior
  • Sócio/gerente de contencioso cível

 

Veja as áreas que terão grande demanda de profissionais em 2018, segundo a Robert Half:

  • Área de engenharia
  • Área de finanças e contabilidade
  • Área jurídica
  • Área de mercado financeiro
  • Área de recursos humanos
  • Área de seguros
  • Área de tecnologia
  • Área de vendas e marketing

 

*Fonte: FNE

Imprima esta página