Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

PRESIDENTE DO SENGE CUMPRE AGENDA NA EMATER

19/11/2021 às 10h00

Na pauta, o pagamento do passivo da Ação 135 aos aposentados, desconto em folha da Contribuição Social para o SENGE, mudanças nas gerências dos escritórios e a questão orçamentária que tramita da Assembleia. 

 

O presidente do SENGE, Cezar Henrique Ferreira, cumpriu agenda na tarde desta quinta-feira (18) em reunião com a diretoria administrativa da EMATER, onde encaminhou diversos tópicos de interesse dos representados na empresa.

Na área administrativa, Cezar Henrique sublinhou a necessidade de que sejam retomadas as reuniões do Grupo de Trabalho formado para encontrar solução definitiva para o pagamento do passivo trabalhista devido aos aposentados da empresa, alguns inclusive já falecidos. Lembrando que a chamada Ação 135 encontra-se transitada em julgado, ou seja, não cabe mais recursos ao empregador. 

Da mesma forma, avançou nas tratativas junto ao diretor administrativo Lino Hammann e ao gerente de RH, João Dias, para que sejam reestabelecidos os descontos em folha da Contribuição Social do SENGE, que é devida por todos os engenheiros que são associados ao Sindicato e que se encontra suspenso desde janeiro de 2018. 

Cezar Ferreira manifestou ainda que o Sindicato acompanha de perto as mudanças promovidas recentemente pela empresa em algumas gerências regionais e estaduais que, infelizmente, em alguns casos não observa critérios de competência, experiência e perfil adequado aos desafios da função. Critérios esses que são essenciais para uma gestão profissional e de qualidade que, caso não seja realizada, pode vir a comprometer todo o trabalho de ATER. 

 

COMISSÃO DA ALRS REJEITA DESTAQUE QUE DESTINARIA RECURSOS À ATER 

Reiterando o papel propositivo adotado pelo SENGE e demais sindicatos no tocante à viabilidade econômica, financeira e operacional da ASCAR/EMATER, manifestamos nossa inconformidade com a decisão tomada na manhã desta quinta-feira (18) na Comissão de Orçamento e Finanças da Assembleia Legislativa.  

A Comissão decidiu pela rejeição de um destaque apresentado pelo deputado Pepe Vargas (PT) à Emenda 462, que foi proposta pelo deputado Elton Weber (PSB) visando destinar recursos de R$ 50 milhões para o FEAPER. No destaque, Pepe propôs que os recursos previstos na Emenda 462 fossem destinados à EMATER, permitindo reforçar o orçamento reservado à empresa que hoje é de R$ 180 milhões, valor inferior ao existente no Governo Rigotto. 

O SENGE lamenta a rejeição desta proposta, que contava inicialmente com o apoio de diversos parlamentares, mas que na hora “h” optaram por negar importante volume de recursos que seriam decisivos para que a Assistência Técnica e Extensão Rural no Rio Grande do Sul pudesse recompor as equipes municipais de extensionistas e alcançar as metas contratadas com o próprio Governo do Estado.  

Votaram pela rejeição do destaque os deputados Vilmar Zanchin (MDB), Clair Kuhn (MDB), Sérgio Turra (PP), Frederico Antunes (PP), Luis Augusto Lara (PTB), Rui Irigaray (PSL), Mateus Wesp (PSDB) e Fran Somensi (REPUBLICANOS).  

Lamentamos que, entre estes votos contrários, esteja o do deputado Clair Kuhn, que foi presidente da Emater no Governo Sartori e, portanto, conhece bem a realidade da empresa.

A favor do destaque votaram os deputados Pepe Vargas (PT), Fernando Marroni (PT), Giuseppe Riesgo (NOVO) e Juliana Brizola (PDT). 

 

 

 

 

 

Leia Também