Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

SENGE RECEBE NOVO PRESIDENTE DO SICEPOT

27/10/2021 às 09h30

Negociações coletivas e pautas convergentes aproximam as entidades em defesa da valorização do setor e de seus profissionais.

 

O presidente do SENGE, Cezar Henrique Ferreira, recebeu na tarde desta terça-feira (26) o engenheiro Rafael Sacchi, recentemente empossado na presidência do Sindicato da Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem no RS (SICEPOT).

Na pauta da reunião, demandas oriundas da Convenção Coletiva de Trabalho firmada entre os sindicatos e projetos de interesse recíproco nas áreas de qualificação profissional, planos de saúde, previdência complementar, entre outras ações em conjunto que venham beneficiar os engenheiros do setor.

Para tanto, é de entendimento de ambas as entidades, a importância e a necessidade de um fortalecimento setorial ainda maior, construído com a participação de todas as entidades da Engenharia, com prevalência do diálogo, da responsabilidade e do equilíbrio, entendimento esse que tem continuidade de forma efetiva pela reaproximação entre os sindicatos.

Nesse sentido, SENGE e SICEPOT vêm demostrando seriedade na condução das negociações trabalhistas, ao incluírem na convenção coletiva a cláusula do Salário-Mínimo Profissional acrescida de calendarização da aplicação do mesmo visando conciliar a Lei 4950A-66 com a oferta de postos de trabalho notadamente aos engenheiros em início de carreira e com o grau de experiência e de conhecimento na função exercida pelos profissionais.

Também presente na reunião, o vice-presidente do SENGE, José Luiz Azambuja, destacou a disposição histórica do Sindicato em trabalhar em prol do desenvolvimento do setor no Rio Grande do Sul através de empresas fortes e consequentemente empregadoras de engenheiros de todas as modalidades.

Azambuja exemplificou tal postura com a participação ativa do SENGE no Fórum de Infraestrutura das Entidades de Engenharia do Rio Grande do Sul, onde concentramos esforços em torno do debate sobre a Lei de Licitações. Destaque para a atuação junto ao Congresso Nacional, a ação junto ao Ministério Público de Contas e a realização de duas edições do Seminário de Obras Públicas em 2014 e 2015.

Outra pauta importante da reunião desta terça-feira envolve a Qualificação Profissional e a capacidade do SENGE de organizar capacitações de grande relevância para a atualização e complementação curricular aplicada diretamente e de maneira prática no dia a dia do operacional das empresas.

Assim, os representantes das entidades avançaram nos entendimentos, cabendo ao SICEPOT identificar necessidades de capacitação para suprir carências do setor com vistas à confrontar com cursos oferecidos pelo SENGE e construir treinamentos focados objetivamente nas necessidades do mercado.

Também foi tratada a possibilidade de os profissionais das empresas acessarem os planos de saúde do SENGE Saúde e do SENGE Previdência a partir do aperfeiçoamento de cláusulas especificas da convenção coletiva de trabalho.

Por fim, o diretor adjunto de Negociações Coletivas do SENGE, João Leal Vivian, destacou a necessidade da construção de um arranjo entre a academia, a indústria e os poderes públicos para a alavancagem de projetos e de soluções para o setor  de infraestrutura e construção civil no Rio Grande do Sul com o aproveitamento do potencial instalado de infraestrutura laboratorial da extinta CIENTEC, hoje em poder da UERGS, tanto para a pesquisa aplicada, qualificação, bem como prestação de serviços como um instituto ou laboratório de terceira parte.

 

Leia Também