Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Semana Lixo Zero acontece de 25 a 31 de outubro em Porto Alegre

08/10/2021 às 10h00

A programação é colaborativa com a sociedade, que cria e gerencia suas próprias ações, vinculadas ao calendário do evento. 

MARIANA ALVES/JC

 

De 25 a 31 de outubro Porto Alegre terá uma nova edição da Semana Lixo Zero, iniciativa que tem como proposta disseminar a redução da produção de resíduos e o melhor aproveitamento dos materiais gerados, encaminhando os descartes para a reciclagem e o material orgânico para a compostagem. A programação é colaborativa com a sociedade, que cria e gerencia suas próprias ações, vinculadas ao calendário do evento. Organizada por voluntários, a Semana Lixo Zero é promovida pelo Instituto Lixo Zero.

Após um ano de atividades virtuais, em 2021 o evento será híbrido, com atividades virtuais e presenciais. Qualquer pessoa, empresa ou entidade pode cadastrar suas ações no site lixozeroportoalegre.com até o dia 15 de outubro. Todas as atividades entrarão na programação que será divulgada no site e nas redes sociais do Lixo Zero POA. Para o dia 30, sábado, já está prevista a segunda edição da EcoFeira Lixo Zero no Parque da Redenção.

Calendário oficial de eventos

A Semana Lixo Zero integra o calendário oficial de eventos de Porto Alegre, com realização sempre na última semana do mês de outubro. A proposta partiu da vereadora Cláudia Araújo e é lei desde julho deste ano. A proposta é realizar atividades para discutir e conscientizar sobre a temática dos resíduos sólidos, incentivo ao consumo consciente, propor soluções para redução, reutilização, reciclagem, compostagem e não geração de lixo.

O Movimento Lixo Zero

O Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB) é uma organização civil e sem fins lucrativos que faz parte do Zero Waste International Alliance. Fundado em 2010, tem como objetivo disseminar o conceito de lixo zero e articular programas de conscientização, destacando a importância da certificação, reestruturação e controle sobre o lixo produzido pela sociedade. O conceito de “Lixo Zero” é debatido mundialmente desde os anos 1970.

O foco principal é propor uma reflexão em busca de alternativas para reduzir ao máximo a cadeia conhecida como economia linear, em que a última etapa do processo de consumo de um produto é o descarte. O formato idealizado para substituí-lo consiste na economia circular, através da qual os resíduos podem e devem ser reaproveitados após o uso, transformando-se em recursos valiosos para novos produtos ou práticas.

 

Fonte: Jornal do Comercio

 

 

Leia Também