Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

ENGENHARIA E TECNOLOGIA GAÚCHA NO RADAR DO EMPREENDEDORISMO GLOBAL

07/10/2021 às 13h30

O Sindicato dos Engenheiros celebra a chegada deste importante evento à nossa Capital, trazendo ainda empreendedores e investidores de todo o mundo para verem de perto o talento, a qualificação e a atratividade do ecossistema de inovação presente em nosso Estado.

SOUTH SUMMIT/DIVULGAÇÃO/JC


Confirmado: Porto Alegre será a sede da primeira edição sulamericana da feira de negócios e inovação South Summit em março de 2022. A iniciativa é reconhecida como uma plataforma para inovação e conexões entre os principais participantes do ecossistema global, startups, corporações e investidores visando a geração de resultados e negócios. 

Conforme a organização, a escolha de Porto Alegre para receber o South Summit 2022 se deu porque a cidade possui um ecossistema de inovação que conta com grandes parques tecnológicos e mais de 1 mil startups, além do Rio Grande do Sul ser um dos líderes da transição para a economia digital na América do Sul. 

O Sindicato dos Engenheiros celebra a chegada deste importante evento à nossa Capital, que reunirá grandes nomes do setor de tecnologia e de startups para trocar experiências e fazer grandes parcerias, trazendo ainda empreendedores e investidores de todo o mundo para verem de perto o talento, a qualificação e a atratividade do ecossistema de inovação presente em nosso Estado. “Empreendedorismo e inovação estão enraizados na Engenharia e no dia a dia dos engenheiros e arquitetos. Com certeza devemos estar atentos às oportunidades que virão”, destaca o diretor do SENGE, João Leal Vivian. 

O membro do Conselho Técnico Consultivo do SENGE, Luis Humberto de Mello Villwock, explica que o South Summit é uma grande feira de negócios onde startups apresentam suas soluções e se relacionam com o mercado. “Obviamente é interessante para empresas nascentes vinculadas aos diversos setores da Engenharia, pois é um evento multitemático.  Ele vai acontecer no Rio Grande do Sul nos próximos três anos, conforme contratação do governo do Estado, com algumas operações sendo realizadas na região central da cidade e eventualmente no Tecnopuc”.

Atento ao cenário e à vocação para a inovação que é própria da Engenharia, o SENGE lançou em 2021 o Programa Engenheiro Empreendedor, uma das diretrizes prioritárias da sua atual gestão. A iniciativa atende não apenas uma demanda latente da categoria, mas representa também o posicionamento do Sindicato diante do volume e do ritmo das transformações tecnológicas, sociais e nas comunicações em um contexto que vêm impactando os padrões de consumo, o estilo de vida da população e as relações de trabalho. 

O coordenador do Programa Engenheiro Empreendedor, Marco Antônio Kappel Ribeiro, destaca que esta iniciativa do Sindicato está diretamente relacionada aos objetivos do South Summit, no sentido de propor uma plataforma de suporte para a inovação. “Inovação e empreendedorismo são complementares. Não existe inovação se não for traduzida em entregas e benefícios para a sociedade. E isto só se faz com empreendedores qualificados”, destaca. Nesse sentido, o SENGE vem atendendo tanto ao jovem profissional, ao recém-formado e ao engenheiro que já é empreendedor, quanto àqueles que ainda pretendem se lançar ao mercado, oferecendo oportunidades de cursos, consultorias, relacionamentos, mentorias, entre outras atividades em parceria com o SEBRAE-RS e, em um futuro próximo, com universidades, aceleradoras, incubadoras de startups, entre outras entidades relevantes no âmbito do empreendedorismo.  

Para o presidente do SENGE, Cezar Henrique Ferreira, a chegada do South Summit 2022 em Porto Alegre irá posicionar definitivamente o Estado no mapa do empreendedorismo global. “Desde já, nos colocamos à disposição para contribuir com a organização do evento de forma institucional, bem como nossa estrutura física e operacional, somando esforços nesse momento fundamental para o cenário local de inovação tecnológica e para as articulações que já vêm sendo realizadas com êxito pelos setores público, privado, universidades, sociedade civil e pelo próprio Sindicato dos Engenheiros”, destaca o dirigente.

 

 

Leia Também