Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

OUTUBRO ROSA | Câncer de mama: vamos falar sobre isso?

01/10/2021 às 09h45

Em 2021, a campanha do Instituto Nacional de Câncer durante o Outubro Rosa tem como focos principais a prevenção primária (ações para reduzir os fatores de risco) e a detecção precoce. O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Confira o material produzido para esta campanha, que já está em sua sexta edição.

 

 

Embora seja um tema difícil de tratar, falar abertamente sobre o câncer pode ajudar a esclarecer mitos e verdades e, com isso, aumentar o conhecimento e diminuir o temor associado à doença.

Um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto logo no início. Mas muitas pessoas, por medo ou desinformação, evitam o assunto e acabam atrasando o diagnóstico. Por isso, é preciso desfazer crenças sobre o câncer, para que a doença deixe de ser vista como uma sentença de morte ou um mal inevitável e incurável.

Alguns tipos de câncer, entre eles o de mama, apresentam sinais e sintomas em suas fases iniciais. Detectá-los precocemente traz melhores resultados no tratamento e ajuda a reduzir a mortalidade.

Suas mamas são únicas, assim como você. É comum que uma das mamas seja maior que a outra ou que tenham formatos diferentes. Quando a mulher conhece bem o seu corpo, ela pode perceber mudanças que são normais nas mamas e ficar alerta para um sinal ou sintoma suspeito de câncer de mama.

A informação pode ajudar a salvar vidas. Por isso, elaboramos esta cartilha para orientar mulheres e homens a respeito da prevenção e da detecção precoce do câncer de mama.

Esta cartilha busca facilitar o diálogo entre você e o profissional de saúde. Informe-se, tire suas dúvidas e decida o que é melhor para você.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

Acompanhe também as ações do  IMAMA - Instituto da Mama do Rio Grande do Sul

Leia Também