Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

PRESIDENTE DA EMATER COMUNICA ENCERRAMENTO DA SUA GESTÃO AOS SINDICATOS

28/07/2021 às 10h00

O SENGE foi representado pelo seu presidente, Cezar Henrique Ferreira, pelo vice José Luiz Azambuja e pelo diretor Nelso Portelinha. 

 

Nesta terça-feira (27), o SENGE participou de reunião a convite do presidente da EMATER, Geraldo Sandri, que deixará o cargo nos próximos dias. O Sindicato foi representado pelo seu presidente, Cezar Henrique Ferreira, pelo vice José Luiz Azambuja e pelo diretor Nelso Portelinha.  

A reunião contou ainda com representantes do Semapi, Sintargs e Simvet, oportunidade em que as entidades foram comunicadas sobre a reunião do Conselho Técnico Administrativo da EMATER, agendada para o dia 4 de agosto, quando será empossado o novo presidente Edimilson Pelizari. 

Sandri agradeceu a relação respeitosa com as entidades, que sempre defenderam os interesses dos seus representados de forma propositiva, sem perder de vista os desafios enfrentados pela EMATER para manter a qualidade do trabalho prestado à sociedade. Nesse sentido, falou ainda sobre as dificuldades que se apresentaram à sua gestão, destacando os cortes e congelamento do orçamento, redução do quadro de empregados e a alta dos índices IPCA, IGP-M e INPC, entre outras questões. 

O presidente da EMATER também informou que a empresa atualmente está em outro patamar financeiro, que permite trabalhar sob a perspectiva de um novo concurso público, bem como a recomposição de perdas salariais tão logo seja encerrada a vigência da lei complementar que proíbe o reajuste de salários dos servidores até 31 de dezembro de 2021.  Para tanto, já existem tratativas com a Secretaria da Fazenda para garantir os recursos que permitirão realizar o concurso para suprir vagas existentes, recompor os índices de correção salarial e equacionar o passivo trabalhista.

Sandri afirmou sua intenção de assinar o Acordo Coletivo com esta previsão de reajuste, inclusive atendendo a demanda apresentada pelo SENGE para reposição escalonada das perdas da inflação do período. 

O presidente do SENGE, Cézar Ferreira, lamentou a troca de comando da EMATER antes do encerramento da atual gestão do governo do Estado, o que impacta a continuidade das tratativas e negociações em andamento. Agradeceu a postura aberta ao diálogo e propositiva mantida pelo presidente com o SENGE e ressaltou a necessidade de retomada do orçamento da empresa, de recomposição das equipes por meio de concurso público e da resolução de passivos trabalhistas.  

 

 

Leia Também