Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

SENGE promove lançamento do Programa Engenheiro Empreendedor

30/04/2021 às 13h00

Além da apresentação dos eixos do Programa, que é um dos pilares prioritários da gestão, foram apresentadas palestras com o consultor do SEBRAE-RS, Carlos Forner e o engenheiro Cícero Rodrigues Sallaberry. Confira a cobertura do evento e a íntegra das palestras.

 

Nesta quinta-feira (29) o SENGE promoveu o webinar de lançamento do Programa Engenheiro Empreendedor, um projeto transversal entre diversos produtos e serviços já oferecidos pelo Sindicato, com a ampliação e foco no engenheiro empreendedor.

O Programa consolida um dos pilares prioritários da gestão do SENGE, tendo em vista não apenas a latente demanda da categoria verificada por meio de pesquisas junto aos associados, mas também pelo volume e pelo ritmo das transformações tecnológicas, sociais e nas comunicações que vêm impactando os padrões de consumo, o estilo de vida da população e as relações de trabalho. 

O presidente do SENGE, Cezar Henrique Ferreira, abriu o evento destacando que a ação sindical passou a assumir diversos significados nos últimos anos. Nesse sentido, além de atuar por melhores condições de trabalho dos colegas representados, tanto no setor publico, quando na iniciativa privada, o sindicato estabelece outros eixos de atuação para os quais são canalizados importantes recursos.

O dirigente do Sindicato ressaltou o Programa de Qualificação profissional, iniciativa pioneira do SENGE, a contribuição e debate em temas técnicos relevantes à sociedade, os benefícios exclusivos como o SENGE Saúde, e demais ações que seguem o planejamento estratégico da entidade. “Com base em pesquisas, demandas diretas do quadro social, contatos com a categoria, análises e proposições que nos chegam por meio do trabalho de consultores especializados, é que chega o tema do empreendedorismo.  Ao lançarmos o Programa Engenheiro Empreendedor, estamos reagindo e nos adaptando ao volume e o ritmo das transformações tecnológicas e sociais, aceleradas pela pandemia. Isso nos leva a refletir sobre o futuro que queremos e nos desafia ainda a pensar em proposições efetivas para um projeto de desenvolvimento com a participação e protagonismo dos engenheiros”, diz o presidente do SENGE.

A primeira palestra foi conduzida pelo consultor do SEBRAE-RS, Carlos Forner, que tratou sobre o desafio de empreender num ambiente de oportunidades, com uma abordagem centrada no contexto da Engenharia. Forner destacou que a aceleração dos processos, potencializada pela pandemia, implica em uma obsolescência irrecuperável para muitas áreas e profissionais, com uma perda significativa de espaço. Nesse cenário, temos menos empregos e mais trabalho, talvez ainda mais do que as tendências apontavam para 2021, com um salto nos processos de digitalização de negócios e empresas, substituindo a documentação manual e, alguns casos, permitindo que a operação caiba em um telefone celular. Diante dessas mudanças, Forner ressalta que o valor passa a ser centrado no que o profissional é capaz de entregar, uma vez que as equipes estão descentralizadas e atuando em grande parte de forma remota. “Essa mudança no processo gera uma condição de oportunidade, ou seja, a Engenharia no contexto da oportunidade não restringe a área de atuação destes profissionais, e sim abre o leque desde que a entrega atenda aos padrões e requisitos exigidos”, disse.

O mindset empreendedor também foi destacado na palestra do consultor como fundamental para o êxito do profissional, sendo parte central da sua personalidade, assim como a pré-disposição a se submeter a um ambiente de risco.

Por fim destacou a importância dos profissionais estarem associados ao SENGE, como um fórum de encontro e networking entre empreendedores.

Na sequência, o engenheiro Cícero Rodrigues Sallaberry tratou sobre a jornada do engenheiro empreendedor do projeto até uma plataforma de tecnologia. Cícero aprofundou algumas questões sobre a jornada empreendoria, desde a decisão inicial até algumas realidades e dificuldades que podem se apresentar neste caminho. Apresentou ainda a sua própria trajetória profissional, desde quando atuou em grandes construtoras, até a decisão de empreender, e as lições aprendidas. Ao final, indicou algumas dicas de livros, documentários e podcasts na área do empreendorismo.

Encerrando o evento, o vice-presidente do SENGE, José Luiz Azambuja, apresentou as diretrizes e objetivos do Programa Engenheiro Empreendedor, que classificou como uma proposta ousada para um sindicato. “Estamos nos propondo a fazer deste sindicato um ambiente de debate e de formulação de propostas para os engenheiros e a sociedade em geral. Queremos constituir um ambiente democrático, acolhedor de projetos e ideias, onde os engenheiros possam desenvolver seus empreendimentos, viabilizar suas empresas em direção ao desenvolvimento equilibrado da sociedade e com justiça social”, disse o engenheiro.

Neste cenário, o SENGE se propõe a construir uma plataforma de suporte ao engenheiro empreendedor que ofereça cursos, certificações, consultorias, relacionamentos, oportunidades profissionais, orientações e aconselhamento (mentoring/coaching). Também é vislumbrada a oportunidade de parcerias com entidades destacadas na área do empreendedorismo, universidades, aceleradoras, incubadoras de startups, entre outras.  

Como explicou o engenheiro Azambuja, a largada do Programa foi dada com a realização do projeto piloto Bootcamp – Empreendedorismo em Ação, uma iniciativa do Sindicato em parceria com o SEBRAE-RS, com 12 horas de duração, nos quais foram abordados conceitos de empreendedorismo a serem aprofundados em capacitações específicas ao longo do ano. O grupo fez uma avaliação altamente positiva dessa iniciativa, o que motivou ainda mais a consolidação deste Projeto.

Azabuja ainda apresentou os 5 eixos que estruturam o Programa Engenheiro Empreendedor, baseados em varias ações já em andamento no SENGE: Programa de Capacitação e Qualificação; serviços e ferramentas de gestão; estrutura física e de suporte; relacionamento e oportunidades; negócios; projetos e programas especiais. Por fim, convidou todos a acompanharem o portal e os canais de comunicação do SENGE para saberem mais e participarem das próximas ações.

 

Assista a íntegra do webinar:

 

 

 

 

 

 

Leia Também