Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

É AMANHÃ!: INSCREVA-SE NO WEBINAR DE LANÇAMENTO DO PROGRAMA ENGENHEIRO EMPREENDEDOR

16/04/2021 às 13h00

Evento acontece nesta quinta-feira (29). As inscrições são gratuitas. Participe!  


 

Acontece nesta quinta-feira (29), das 17h às 19h, o Webinar do lançamento oficial do Programa Engenheiro Empreendedor. As inscrições seguem abertas e a participação é gratuita (o link de acesso à sala do Webinar será enviado no e-mail de confirmação da inscrição). 

O evento também será transmitido ao vivo simultaneamente pelos canais do SENGE no Facebook e no Youtube.

A programação prevê palestras do executivo do SEBRAE-RS, Carlos Forner e do engenheiro Cícero Rodrigues Sallaberry, a primeira tratando dos desafios de empreender num ambiente de oportunidades. A segunda com o título “Engenheiro empreendedor: uma jornada do projeto até uma plataforma de tecnologia”.

Confira a programação e participe!

WEBINAR DE LANÇAMENTO
PROGRAMA ENGENHEIRO EMPREENDEDOR

29 de abril, quinta-feira, das 17h às 19h 

Transmissão ao vivo pelos canais do SENGE-RS no Facebook e Youtube 


PROGRAMAÇÃO

17h – Abertura

Cezar Henrique Ferreira – Presidente do SENGE-RS
O empreendedorismo e o Planejamento Estratégico do SENGE-RS

17h10 – Palestra

Carlos Forner – SEBRAE-RS
O desafio de empreender num ambiente de oportunidades - uma abordagem centrada no contexto da engenharia.

18h – Palestra

Cícero Rodrigues Sallaberry
Engenheiro empreendedor: uma jornada do projeto até uma plataforma de tecnologia

18h30 – Fechamento

José Luiz Azambuja – SENGE-RS
Programa Engenheiro Empreendedor

19h – Encerramento

INSCREVA-SE AQUI. A PARTICIPAÇÃO É GRATUITA.

*O link de acesso à sala do Webinar será enviado no e-mail de confirmação da sua inscrição. 

 

O Programa

O Programa Engenheiro Empreendedor consolida um dos pilares prioritários da gestão do Sindicato dos Engenheiros, tendo em vista não apenas a latente demanda da categoria verificada por meio de pesquisas junto aos associados, mas também pelo volume e pelo ritmo das transformações tecnológicas, sociais e nas comunicações que vêm impactando os padrões de consumo, o estilo de vida da população e as relações de trabalho. 

É um projeto transversal entre diversos produtos e serviços já oferecidos pelo Sindicato, com a ampliação e foco no engenheiro empreendedor, agregando capacitação, networking, disponibilização de ferramentas de gestão e de um ambiente de referência para consultorias e projetos.

A largada do programa foi dada com a realização do projeto piloto Bootcamp – Empreendedorismo em Ação, uma iniciativa do Sindicato em parceria com o SEBRAE-RS, que contou com quatro encontros realizados entre os dias 12 e 15 de abril, nos quais foram abordados conceitos de empreendedorismo a serem aprofundados em capacitações específicas ao longo do ano.

Para o coordenador do Programa Engenheiro Empreendedor do SENGE, engenheiro Marco Antônio Kappel Ribeiro, o suporte ao empreendedorismo passou a ser prioritário para a nova gestão do Sindicato empossada em dezembro do ano passado. Lamentando que o Bootcamp não possa ser realizado de forma presencial, Kappel salienta que o piloto vem ao encontro da necessidade permanente de customização do projeto para atender cada vez mais e mais profissionais.

Além do Bootcamp, SENGE e SEBRAE já disponibilizaram uma ferramenta de autoavaliação do potencial individual ao empreendedorismo. Acessível a todos os interessados através de respostas de um rápido questionário, a ferramenta está disponível neste link. 
 

Suporte ao engenheiro empreendedor

A partir da Reforma Trabalhista, o SENGE avançou na concepção do que considera a atuação profissional de engenheiros autônomos, profissionais liberais e engenheiros empresários, definindo a expressão “engenheiro empreendedor” pelo entendimento de que este deva exercer suas atividades com autonomia de fato, sem exclusividade na execução de seu trabalho e sem subordinação ao contratante, entre outros aspectos previstos na CLT que caracterizam a relação de vínculo trabalhista e que não se aplicam ao de empreendedor.

Esse conceito difere da prática de criar uma pessoa jurídica (“pejotização”), maneira pela qual o empregador, no nosso entendimento, provoca a precarização das relações de trabalho, anulando obrigações trabalhistas ao mesmo tempo em que mantém as mesmas condições e processos de trabalho configurados pelo regime de CLT. Neste contexto, o engenheiro que deseja se posicionar como um empreendedor, seja ele autônomo, associado ou cooperativado, passa a ter a necessidade de conhecimentos mínimos de questões tributárias, legais, marketing, estratégia, acesso a crédito e investimentos, soft skills, e tantos outros, normalmente ausentes dos bancos acadêmicos. 

Neste cenário, o SENGE-RS se propõe a construir uma plataforma de suporte ao engenheiro empreendedor que ofereça cursos, certificações, consultorias, relacionamentos, oportunidades profissionais, orientações e aconselhamento (mentoring/coaching). Também é vislumbrada a oportunidade de parcerias com entidades destacadas na área do empreendedorismo, universidades, aceleradoras, incubadoras de startups, entre outras.  

 

 

Leia Também