Saiba como corrigir o IR e sair da Malha fina

22/01/2020 às 00h00

Quem é sócio do SENGE pode contar com assessoria contábil com condições especiais e valores diferenciados. 

No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 700 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2019 devido a inconsistências nas informações prestadas.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do IR, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora. Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

Os sócios do SENGE, em dia com a Contribuição Social, podem obter assessoria contábil especial para acompanhamento de pendencias no processamento e orientação sobre as formas de resolução das inconsistências informadas pela Receita Federal. O serviço também inclui elaboração de declaração retificadora nos casos em que for necessária sua emissão em função de dados inconsistentes.

A assessoria é prestada pelo escritório Azambuja e Albuquerque Assessoria Contábil, conveniado ao SENGE, que poderá ser contratado por valores diferenciados aos de mercado, após consulta inicial para avaliação das demandas e necessidades.

O primeiro atendimento é gratuito e pode ser agendado através dos telefones (51) 3110-4559 ou 3105-2117, ou e-mail fernando@aeaassessoriacontabil.com.br, e será prestado na sede do escritório contábil, localizado na Avenida Farrapos, 146/144, em Porto Alegre.

O serviço é prestado aos sócios em dia com a Contribuição Social, que devem informar sua matrícula no SENGE ao contador.

 

Leia Também