SENGE e CREA-RS notificam descumprimento do Piso Salarial em mais uma prefeitura

19/12/2019 às 00h00

As entidades enviaram ofício alertando sobre a importância de uma remuneração adequada para a retenção de profissionais no quadro técnico e os seus impactos sobre a qualidade dos serviços prestados à população.

Na terça-feira (17) mais uma prefeitura do interior do Estado foi notificada pelo descumprimento do Salário Mínimo Profissional em edital de concurso público. O SENGE e o CREA-RS enviaram ofício conjunto ao prefeito de Ilópolis, Edmar Rovadoschi, alertando sobre a remuneração oferecida no processo seletivo que pretende contratar profissional de Engenharia Civil.

No ofício, as entidades salientam que o piso salarial da categoria corresponde, atualmente, a R$ 5.988,00 para carga de 30 horas semanais e R$ 8.982,00 para 40 horas, e que esses valores devem ser observados visando evitar a rotatividade no quadro técnico municipal  em curto espaço de tempo, situação que impacta diretamente a qualidade dos serviços prestados à comunidade.

Também foi notificada a empresa organizadora do concurso, o Instituto Brasileiro de Seleção Pública (IBRASP).

A iniciativa integra o conjunto de ações que vêm sendo empreendidas pelo Sindicato dos Engenheiros, em conjunto com outras entidades representativas da Engenharia e da Arquitetura, em defesa da Lei Federal 4950-A/66, que rege o Piso Salarial da categoria. 

Nas últimas semanas foram enviados ofícios também às prefeituras de  CharqueadasMostardasEstaçãoSanto Antônio das MissõesBagéSantana da Boa VistaDois Irmãos, Ibiraiaras Nova Palma, Também estão sendo enviadas cartas às organizadoras dos referidos concursos, as empresas Legalle (01 02 03 04 05), Premier Fundação La Salle.

Leia Também