Próxima edição da especialização em Engenharia do Saneamento terá novidades

Metodologia híbrida e atualização de conteúdos do curso de especialização em Engenharia do Saneamento foram tratados durante encontro entre representantes das instituições realizadoras do curso, o SENGE e a Unisinos. Nova turma iniciará em 2020.

Em reunião na Unisinos, a diretora de Qualificação do SENGE, Nanci Giugno, e a coordenadora do setor, Jacqueline Gisler, definiram em conjunto com a equipe da Universidade detalhes para o planejamento da próxima edição do curso de especialização em Engenharia do Saneamento. Participaram da reunião, representando a Universidade, a coordenadora do curso de especialização em Engenharia do Saneamento, Adriane Brill Thum, o gestor Ambiental e de Qualidade dos Laboratórios Tecnológicos da Unisinos, Marcelo Oliveira Caetano, e o consultor de Relacionamento com o Mercado, Valério Cabral.

Realizado por meio da parceria entre o SENGE e a Unisinos, a nova turma do curso de especialização em Engenharia do Saneamento está prevista para iniciar no primeiro semestre de 2020. Essa será a 3ª edição do curso, que virá com novidades na estrutura, pensadas para atender às novas demandas do mercado e proporcionar uma capacitação ainda mais conectada às necessidades dos profissionais.

Uma das novidades será o modelo de ensino híbrido, que combina as metodologias de ensino presencial e à distância. Nessa configuração, as aulas favorecem momentos de interação, colaboração e envolvimento com as tecnologias digitais, o que também proporcionará aos alunos uma melhor gestão do tempo e de gastos com deslocamentos ao longo do curso. São previstos, em média, um encontro presencial por mês, algumas aulas ocorrendo no SENGE e outras na Unisinos Porto Alegre.

Outras novidades dessa edição se referem a uma atualização do conteúdo, principalmente em relação à distribuição de cargas horárias destinadas a cada tópico abordado no programa. De acordo com a diretora de Qualificação do SENGE, engenheira Nanci Giugno, a atualização é uma necessidade, em razão de novas tecnologias e alterações na legislação que sempre trazem mudanças importantes para o setor.

Um dos aspectos importantes dessa atualização, ela destaca, é que o processo passará pela validação das prestadoras de serviços de saneamento e das empresas de consultoria do setor. “O objetivo é tornar o curso cada vez mais conectado com as necessidades do mercado”, explica a diretora Nanci.


Inscrições abertas para sua qualificação

Leia Também