Notícias

SENGE é convidado para evento que discutirá situação do DMAE e do saneamento municipal na Câmara de Porto Alegre

O evento que será promovido na Câmara de Vereadores entre 19 e 23 de março, semana que compreende o Dia Mundial da Água (22/03),

Na sexta-feira (9) a diretora do SENGE, Nanci Giugno, e a assistente de Apoio e Qualificação Profissional, Marinês Sperotto, receberam o coordenador do Conselho de Representantes Sindicais (CORES) do DMAE, Alexandre Abreu, e a conselheira Alice Aillon.

Na pauta, o movimento em defesa do DMAE e o apoio do SENGE ao evento que será promovido na Câmara de Vereadores entre 19 e 23 de março, semana que compreende o Dia Mundial da Água (22/03), reunindo especialistas, ex-dirigentes do DMAE e vereadores para tratar de questões relativas à atuação da autarquia, bem como políticas públicas no setor de saneamento. Deverá ainda ser realizada uma ação pública de conscientização no dia 25 de março no Brique da Redenção. A programação completa deverá ser confirmada e divulgada ainda nesta semana.

O coordenador do CORES/DMAE, Alexandre Abreu, destacou a atuação do Sindicato dos Engenheiros em defesa da autarquia e a presença dos diretores em mobilizações importantes, como no abraço simbólico que reuniu mais de 1500 pessoas e no aniversário da autarquia, que pela primeira vez foi inteiramente organizado e realizado pelos servidores do DMAE, marcando a posição de todas as entidades presentes contra a privatização. Salientou ainda a coletiva de imprensa promovida pelo SENGE reunindo 10 ex-diretores do departamento, de diferentes partidos, que reafirmaram a necessidade de fortalecer a autarquia; a presença do SENGE no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do DMAE que visa resistir ao Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município 10/2017, que possibilita concessão do fornecimento do serviço público de água e esgoto da Capital à iniciativa privada; entre outras ações.

A reunião ainda oportunizou tratar sobre a atual situação da entidade, que vêm sofrendo desmonte e sucateamento, tanto pela falta de servidores, quanto de materiais e de contrato de apoio. Os representadores do DMAE denunciaram o déficit o quadro de servidores, que de 3622 cargos, conta com a ocupação de apenas 1609. Falaram ainda sobre a contratação de sete CC´s para cargos da área de Engenharia na entidade, apesar de haver concurso público em aberto com engenheiros aprovados e aptos a atuarem nas referidas atividades.

 

Imprima esta página