Notícias

PROFISSIONAIS DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE DEFINEM ESTRATÉGIAS DE DEFESA DAS CARREIRAS E DO DMAE

Foram votadas pela categoria um conjunto de estratégias que visam tornar concreta a luta em defesa dos direitos e das carreiras dos servidores, e também contra o desmantelamento e privatização do DMAE.

Nesta quarta-feira (9) o Sindicato dos Engenheiros recebeu os integrantes do Movimento de Valorização dos Engenheiros, Arquitetos, Agrônomos, Geólogos e Geógrafos da Prefeitura de Porto Alegre. Na pauta do encontro, a discussão de estratégias para enfrentar os ataques do prefeito Marchezan Jr. aos servidores municipais e a tentativa de privatizar o DMAE.

O diretor do SENGE, Nelso Portelinha, deu as boas-vindas aos profissionais presentes, lembrando que as conquistas obtidas a partir da luta iniciada em 2010 na Prefeitura de Porto Alegre, que resultaram na instituição da Gratificação de Alcance de Metas (GAM), são frutos da união e organização da categoria. Portelinha alertou ainda que o movimento de desestruturação do serviço público e de ataques ao funcionalismo se reproduz em todas as esferas, e que o SENGE está atento a essa realidade e articulado com os demais sindicatos e movimentos sociais, visando combater as tentativas de entrega do patrimônio público à iniciativa privada, como nos casos da CEEE, CRM, Sulgás, e agora do DMAE em Porto Alegre. O Sindicato também atua em forte mobilização pela defesa dos quadros técnicos, que vêm sendo apontados como culpados pela crise e pela ineficiência da administração pública, o que na verdade é resultado da gestão temerária de governantes.

Na sequência, manifestou-se o diretor do SENGE, Sérgio Brum, que também preside a Associação dos Técnicos de Nível Superior do Município de Porto Alegre. Brum detalhou as propostas apresentadas pelo prefeito e as perdas que acarretam ao municipários, destacando os itens que atentam contra conquistas histórias da categoria dos engenheiros, arquitetos, agrônomos, geólogos e geógrafos.

Estava presente também o vice-presidente do Sindicato dos Arquitetos, Hermes Puricelli, que reiterou a necessária unidade entre as categorias, lembrando que o próprio governo Marchezan já dá mostras de falta de coesão. Puricelli se refere à exoneração do diretor-técnico da Procempa, ocorrida horas antes da reunião, e que representa a nona baixa em cargos diretivos da Prefeitura desde janeiro.

Na sequência os profissionais presentes passaram a debater estratégias de sensibilização dos gestores públicos e da sociedade sobre o que acarretarão as propostas do Executivo. Todos foram unânimes em relação à urgência de uma unidade de mobilização da categoria e da articulação em todos os âmbitos, tanto no ambiente de trabalho, junto às demais categorias, aos vereadores, à imprensa e em todos os canais de diálogo com a sociedade, buscando o devido amparo sindical, jurídico, técnico e político.

Também foram unânimes em relação ao fato de que não se pode permitir que o DMAE sofra o mesmo ataque feito ao DEP, extinto através de lei e tendo suas funções repartidas e desestruturadas. Essa política segue uma estratégia já praticada em outros órgãos públicos, que vêm sofrendo com a desestruturação interna e o sucateamento causado de forma proposital pela gestão, dificultando o trabalho dos servidores e tornando o órgão ineficiente com vistas a abrir o caminho para a extinção ou privatização.

Ao final da reunião foram sugeridas e votadas pela categoria um conjunto de estratégias que visam tornar concreta a luta em defesa dos direitos e das carreiras dos servidores, e também contra o desmantelamento e privatização do DMAE. “Precisamos todos arregaçar as mangas e fazer a nossa parte”, concluiu o engenheiro Brum.

Leia a carta enviada ao presidente da Câmara dos Vereadores, assinada pelo SENGE e demais sindicatos

 

Assista manifestação do engenheiro Sergio Brum sobre mobilização liderada pelo SENGE que resultou no cumprimento da GAM na Prefeitura de Porto Alegre

 

 

Imprima esta página