Voto
TV SENGE | ESTUDANTES E JOVENS ENGENHEIROS PARTICIPAM DO PRIMEIRO ENGAJE NO SENGE. ASSISTA! - 12/08/2019 - 00h00

TV SENGE | ESTUDANTES E JOVENS ENGENHEIROS PARTICIPAM DO PRIMEIRO ENGAJE NO SENGE. ASSISTA!


*Utilize os controles da playlist para navegar entre os vídeos

 

Saiba mais:


De olho nos impactos que as novas tecnologias e as mudanças nos cenários político e econômico desafiam as carreiras profissionais de Engenheiros que ingressam agora no mercado de trabalho, dezenas de estudantes e jovens profissionais de Engenharia participaram, na última sexta-feira (02) do primeiro Encontro Gaúcho de Jovens Engenheiros, o ENGAJE. O evento, promovido pelo SENGE através do seu Núcleo Jovem Engenheiro (NJE), teve o objetivo de reunir os novos ingressantes para debater os desafios de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, em um ambiente em que crise econômica e desenvolvimento tecnológico impactam cada vez mais nas relações de trabalho.

Na programação, especialistas convidados falaram sobre inovação, tecnologia e gestão de pessoas. Ao abrir o evento, o vice-presidente do SENGE, José Luiz Bortoli de Azambuja saudou a presença do público e apresentou à plateia os integrantes do Núcleo Jovem Engenheiro (NJE), que idealizou a programação.

Em seguida, o primeiro palestrante da tarde foi o professor Luís da Cunha Lamb, atual secretário da Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Em sua palestra, falou sobre os desafios que as novas tecnologias têm trazido para o mercado global e para as carreiras. As profissões do futuro, a geração de riqueza a partir de dados, as tecnologias de análise de dados foram destacadas pelo professor: “A indústria do futuro está diretamente baseada na tecnologia, no conhecimento, na informação, internet das coisas” afirmou, lembrando ainda que nesse novo cenário também surgem novos desafios, como por exemplo na área de segurança.

Por fim, Lamb também falou sobre projetos da secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, da qual é titular. Projetos que buscam promover a articulação entre cidades empreendedoras e o desenvolvimento de smartcities por todo o Rio Grande do Sul deverão criar uma rede de inovação capaz de impulsionar transformações baseadas em tecnologia.

Para debater contexto profissional e qualificação, a programação prosseguiu com a participação de instrutores do Programa de Qualificação do SENGE (ProQuali). Os palestrantes convidados, professores Felipe D. Benevenuti, Francisco P. Garcia, Guilherme S. Hoerlle, Ricardo Maestri e Luiz Fernando Bodanese, compartilharam suas ideias sobre o tema com base em suas experiências profissionais. No encerramento do painel, a diretora de Apoio e Qualificação do SENGE, engenheira Nanci Giugno observou que valores como autoestima, ética, capacidade de trabalhar em colaboração, habilidade de comunicação e disposição para compartilhar conhecimento foram alguns dos tópicos destacados por quase todos os palestrantes.

Aprofundando-se nessa linha, o palestrante seguinte, engenheiro Marco Kappel falou sobre as chamadas Soft Skills e como elas se tornaram uma habilidade imprescindível no mundo atual. Kappel, que é diretor e fundador do PMI-RS falou sobre a adaptabilidade do ser humano às novas tecnologias e sobre a necessária atualização do modelo de ensino para corresponder a esse novo cenário. 

O modelo baseado nos 4 C’s, destacou (comunicação, criatividade, pensamento crítico e colaboração) são fundamentais para se manter competitivo em um mundo cada vez mais dominado por tecnologias, uma vez que são as habilidades essencialmente humanas e, portanto, menos suscetíveis à singularidade tecnológica.

Para Tiago Grandi, palestrante seguinte, o cenário atual também tem trazido desafios como o que chamou de distração digital, o oposto de deep learning. Em uma rotina cada vez mais conectada e cheia de informação, a capacidade de concentração pode ser facilmente prejudicada, gerando diversos problemas para a atividade profissional. Assim como Kappel, Grandi também salientou a necessidade de desenvolvimento das chamadas soft skills.

O painel foi coordenado pelo diretor João Leal Vivian, que comentou também sobre o conceito de engenheiro empreendedor  e sobre os desafios da atividade sindical. 


Assista à palestra magna: 

 

Assista a íntegra do evento:

*Utilize os controles da playlist para navegar entre os vídeos